Redescobrindo o Coco: fruto tem 1001 utilidades

Óleo de coco, por exemplo, foi o queridinho das celebridades fitness do ano

Publicado em 22/12/2016

O ano de 2016 foi marcado pela redescoberta do coco, um alimento que integra boa parte das nossas refeições, mas às vezes passa quase despercebido no dia a dia. Além da água e do leite, bastante usado nas gastronomia, conheça outras utilidades e benefícios desse fruto bastante importante para manter a saúde em dia. Confira:

Água de coco

Bebida auxilia na hidratação, repondo eletrólitos cruciais ao equilíbrio do organismo. Porém, procure pelo líquido natural, pois o de caixinha pode ter sódio. Algumas marcas adicionam conservantes, que fazem mal à saúde.

O famoso óleo 

Só deu óleo de coco esse ano. Tudo começou quando ele foi alardeado como solução para a perda de peso. “Mas, com base na literatura científica até o momento, podemos afirmar que o óleo de coco não tem papel no emagrecimento”, diz a endocrinologista Cíntia Cercato, presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso), para o site da revista Saúde.

Rachel Brown, professora da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, concluiu em nova revisão que o uso frequente eleva o colesterol ruim. Então evite colheradas e cápsulas, se você gosta do sabor, dá pra incluí-lo (com bom senso) em receitas doces e salgadas.

Açúcar

Você sabia que é possível obter açúcar de flores da palma do coco?A transformação da seiva da flor em açúcar é um processo manual, que não envolve aditivos químicos”, explica Catharina Paiva, nutricionista do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, em São Paulo. Além disso, o ingrediente reúne mais vitaminas e minerais.

A discussão é que para obter benefícios é preciso digerir grandes quantidades, mas se consumir em exagero também pode causar mal à saúde. Para garantir o açúcar de coco na mesa de café da manhã, é preciso desembolsar bastante dinheiro: 1 quilo custa entre R$ 70 e R$ 100. Melhor ficar com o açúcar mascavo.

Leite para beber

Na Europa, o leite feito de coco para beber vem conquistando os consumidores. A opção chega para competir com outros extratos vegetais: soja, amêndoa e arroz. Além do sabor original, algumas marcas oferecem o produto na versão achocolatada. O enriquecimento com cálcio e vitaminas é um plus.

Farinha versátil

Pouco conhecida, a farinha de coco é uma fonte de fibras e, consequentemente, provoca saciedade em quem consome. Por essa razão, a equipe da nutricionista Glorimar Rosa da UFRJ ofereceu 26 gramas da farinha extraída da polpa do coco a mulheres por três meses. “A adição a uma dieta de baixas calorias promoveu redução nas concentrações de glicose no sangue, o que seria desejável principalmente para diabéticos”, relata.

Foto: Divulgação